Detalhe do produto

Trabalho, logo existo: perspectivas feministas

Livro Impresso ISBN: 9788522521623 Edição: 1 Ano: 2019 Largura: 16.00 cm Comprimento: 23.00 cm Peso: 577 gramas Número de Páginas: 332

Trabalho, logo existo: perspectivas feministas

Organizador(es): Margaret Maruani
Obras do autor

Nesta obra estão registradas afirmações inteiramente inovadoras sobre as violências cometidas contra as mulheres e suas consequências sobre o acesso ao emprego. De modo totalmente inesperado, as pesquisas cada vez mais numerosas sobre o corpo e a sexualidade encontram seu prolongamento no mundo do trabalho, em meio aos avatares da igualdade profissional. Novas maneiras de apreender a cultura e as artes sob o prisma do gênero também fazem parte dos textos. A obra traz o prólogo de Angela Davis, que, de acordo com Maruani, "melhor que qualquer pessoa, fala das questões de classe, de raça e de sexo que atravessam o mundo do trabalho". E ainda conta com epílogo de Michelle Perrot. A apresentação da edição brasileira é das pioneiras em estudo de gênero, Bila Sorj e Helena Hirata.

Agradecimentos 

Introdução. O adeus ao trabalho, e aí? 

Margaret Maruani

Prólogo. Mulheres, raças, classes: desafios para o século XXI 

Angela Davis

Apresentação à edição brasileira 

Bila Sorj e Helena Hirata

 

Parte I. Inflexíveis desigualdades?

Coordenação de Danièle Meulders e Rachel Silvera

Introdução 

Danièle Meulders e Rachel Silvera

1. As estatísticas nos estudos de gênero: um instrumento revelador? 

Thomas Amossé

2. Feminismo de mercado e igualdade elitista? 

Sophie Pochic

3. Levar o direito a sério 

Marie-Thérèse Lanquetin

4. Care e intersecionalidade, uma questão política 

Helena Hirata

5. Nos Estados Unidos, um copo meio cheio? 

Laura Frader

6. No Brasil, novas perspectivas 

Bila Sorj

7. Na Espanha, o tempo das transformações 

Carlos Prieto

 

Parte II. novos objetos , novas fronteiras

Coordenação de Catherine Achin e Catherine Marry

Introdução 

Catherine Achin e Catherine Marry

8. Mulheres, reestruturações e serviços públicos nas instituições penitenciárias britânicas 

Cécile Guillaume e Gill Kirton

9. Acesso ao emprego e violências cometidas contra as mulheres 

Iman Karzabi e Séverine Lemière

10. A contribuição das pesquisas sobre o gênero e o trabalho para os estudos chineses sobre a “transição” 

Tang Xiaojing

11. Tecer novas histórias: os trabalhos de agulha na escola feminina (França-Argélia colonial) 

Rebecca Rogers

12. O sexo das artes: da desconfiança à efervescência 

Hyacinthe Ravet

13. Trabalho e gênero: abordagens intersecionais e pós-coloniais 

Amélie Le Renard

14. Gênero, trabalho e migrações 

Audrey Lenoël e Ariane Pailhé

 

Parte III. Trabalho , gênero e feminismos

Coordenação de Isabelle Clair e Jacqueline Laufer

Introdução 

Isabelle Clair e Jacqueline Laufer

15. Sob o rótulo do care, o trabalho das mulheres das classes populares: para uma crítica empírica de uma noção de sucesso 

Christelle Avril

16. Igualdade profissional, corpo e sexualidade 

Nathalie Lapeyre

17. Gênero, trabalho e empoderamento: um exemplo na Índia do Sul 

Kamala Marius

18. Revolução digital: que questões para o trabalho e para as relações de gênero? 

Michel Lallement

19. O trabalho, um conceito central para os estudos de gênero? 

Danièle Kergoat

20. É possível fazer uma sociologia feminista do feminismo? Da divisão sexual do trabalho ao espaço da causa das mulheres 

Laure Bereni

 

Conclusão. Reconfigurações das questões da igualdade nas sociedades contemporâneas 

Nicky Le Feuvre

Epílogo. Escrever a história do trabalho das mulheres 

Michelle Perrot

Centros de pesquisa 

Autoras e autores 

Impresso

R$ 68,00

COMPRAR