Eventos

  • Segunda | 6 | Maio

    Lançamento do livro 'A outra Guerra de Troia: as crônicas de Dictys de Creta e de Dares da Frígia'

    A Guerra de Troia é um dos episódios da História Antiga mais contados e celebrados. Esse evento custou, pelo menos, uma década de conflito entre gregos e troianos, resultando, ao final, na destruição completa de Troia.

    Dyctis relata a guerra sob a ótica dos Gregos, ao passo que Dares a relata sob a ótica dos Troianos. As duas curtas obras são oferecidas pela primeira vez em português neste volume.

    A FGV Editora convida para o Lançamento no Centro Cultural FGV com a presença da tradutora Martha de Aratanha, na segunda-feira, dia 6 de maio, das 18h às 20h.

    Local: Centro Cultural FGV

    Horário: 18h00

  • Terça | 16 | Abril

    Lançamento do livro 'Estado de direito e populismo autoritário: erosão e resistência institucional no Brasil (2018-22)'

    Lançamento e bate-papo com Marta Rodriguez de Assis Machado, Oscar Vilhena Vieira e Raquel de Mattos Pimenta e mediação de Renata Galf.

    Formulado com a colaboração de pesquisadores de 11 prestigiosas universidades no Brasil, nos Estados Unidos e no Canadá e organizado pelos professores Oscar Vilhena Vieira, Raquel de Mattos Pimenta, Fabio de Sa e Silva e Marta Rodriguez de Assis Machado, a obra Estado de direito e populismo autoritário: erosão e resistência institucional no Brasil (2018-22), mapeia, por meio de uma pesquisa detalhada, os métodos e as estratégias jurídicas, institucionais e parainstitucionais empregadas pelo governo Bolsonaro com o objetivo de corroer as instituições do estado democrático de direito.

    Livraria Megafauna: EDIFÍCIO COPAN AV IPIRANGA, 200 - LOJA 53

     

    Estado de direito e populismo autoritário: erosão e resistência institucional no Brasil (2018-22)

    Organizadores: Oscar Vilhena Vieira, Raquel De Mattos Pimenta, Fabio de Sa E Silva, Marta Rodriguez de Assis Machado

     

    Local: Livraria Mega Fauna

    Horário: 19h00

  • Quinta | 11 | Abril

    Lançamento do livro 'Investimentos: o guia dos céticos'

    A obra Investimentos: o guia dos céticos se encontra no meio do caminho entre aqueles livros escritos por profissionais do mercado, muitas vezes mais preocupados em ensinar como “achar aquele ativo bom e barato, que vai subir de preço, mas que ‘inacreditavelmente’ ninguém ainda descobriu”, e os livros acadêmicos, mais técnicos, porém de leitura difícil.

    O ‘Guia’, é um livro de linguagem simples, baseado em muitos conceitos que não são usualmente abordados na literatura tradicional. Por exemplo, você sabia que, aquilo que é possível controlar em um investimento não é o que gostaríamos de controlar? Que investir requer autoconhecimento? Que volatilidade não é risco, mas pode ser transformada em risco? Que a maior parte dos Investidores possui um Portfólio Acidental que, de eficiente, não tem nada? Que investir é sobre construir bons Portfólios e colocar os instrumentos corretos em seus lugares apropriados? Que, investir com base no noticiário é uma péssima estratégia? Que aleatoriedade, e não habilidade, é a força dominante no mercado financeiro?

    Para marcar o lançamento do livro, vamos promover um bate-papo entre seus autores Paulo Tenani, Denise Menconi, Mohamed Mourabet, Marcel Borelli e Gustavo Jesus na Livraria da Travessa, no Shopping Iguatemi, em São Paulo, no dia 11 de abril, às 19h.

    Local: Livraria da Travessa | Shopping Iguatemi

    Horário: 19h00

  • Sexta | 8 | Março

    Lançamento do livro 'Vinhos, vinhedos, enólogos e enólogas: vozes e experiências brasileiras'

    As práticas de sustentabilidade são demandas fortes na atualidade, e aumenta continuamente o número de consumidores que querem encontrar em seus alimentos e bebidas, além de qualidade, saudabilidade e processos condizentes nas indústrias que os produzem. Especificamente na indústria da uva e do vinho, os termos natural, orgânico, biodinâmico, informados ou não através de selos de identificação, deixaram de ser raridades, mas atributos utilizados para despertar o interesse de compra.

    A obra Vinhos, vinhedos, enólogos e enólogas: vozes e experiências brasileiras, de autoria de Valdiney C. Ferreira com colaboração de Carlos R. Paviani, traz as reflexões de profissionais experientes da vitivinicultura brasileira sobre os caminhos possíveis para a produção de vinhos de qualidade superior, competitivos e saudáveis, para serem consumidos com segurança. 

    As entrevistas contidas neste livro, com enólogas e enólogos, viticultores, consultores, proprietários de vinícolas, permitem conhecer suas opiniões sobre o uso de diferentes tecnologias nos vinhedos e vinícolas, estilos de vinhos preferidos para elaboração e suas histórias pessoais. Também os ouvimos sobre o momento atual da indústria, possibilidades futuras e sobre questões ligadas à sustentabilidade na produção dos vinhos, que sinalizam como a indústria procura atender o interesse crescente do mercado por produtos de qualidade elaborados de forma sustentável.

    O livro, publicado pela FGV Editora, tem prefácio de Christian Burgos e traz em seus dois primeiros capítulos textos sobre alguns momentos marcantes da história do vinho ao longo dos séculos e um breve resumo da sua trajetória no Brasil. 

    A disponibilidade da obra, exclusivamente no site da FGV Editora, está prevista para segunda quinzena de fevereiro/2024.

    Local: Associação Brasileira de Sommeliers | ABS

  • Quarta | 20 | Março

    Lançamento do livro 'A Bolsa no bolso 2: perfil e seleção de carteiras'

    Tendências globais do envelhecimento populacional e os avanços na digitalização ampliaram a complexidade dos serviços financeiros e a responsabilidade dos indivíduos pela gestão dos seus recursos. Diante deste cenário, a publicação pela FGV Editora do livro A Bolsa no bolso 2: perfil e seleção de carteiras, de Ilda Spritzer e Moises Spritzer, visa aumentar a conscientização sobre a educação e proteção do investidor e incentivar os leitores no fortalecimento da cultura para a formação de patrimônio, trazendo ações efetivas que melhorem o seu bem-estar financeiro de forma sustentável e autônoma.

    O primeiro livro ‘A Bolsa no bolso: fundamentos para investimentos em ações’ foi adotado nos cursos de especialização em mercado de capitais da FGV e por diversas instituições financeiras para treinamento dos colaboradores.

     

    Este novo livro apresenta uma visão atual dos mercados financeiros e de capitais, aprofunda a análise fundamentalista, ajuda a avaliar ativos com preços semelhantes, traz uma panorâmica do universo dos fundos de investimento e ainda debate a importância do perfil para seleção de carteiras, de forma a auxiliar o leitor a identificar seu perfil de investidor, para que se torne capaz de perseguir o melhor portfólio para o seu nível de risco.

     

    Para marcar o lançamento desta obra, seus autores Ilda Spritzer e Moises Spritzer estarão na Livraria da Travessa do Shopping Iguatemi, dia 20 de março, quarta-feira, às 19h.

     

    Local: Livraria da Travessa | Shopping Iguatemi

    Horário: 19h00

  • Quarta | 20 | Março

    Bate-papo e lançamento do livro 'Brasil, Moçâmedes e Mussungo Bitoto'

    A história contada no livro “Brasil, Moçâmedes e Mussungo Bitoto: trânsitos sociais e trocas culturais no sul de Angola”, organizado por Carlos Major, Laila Brichta e Washington Nascimento e publicado pela FGV Editora, começa com a chegada em Angola dos luso-brasileiros (pernambucanos) em meados do século XIX e como esse grupo foi fundamental na formação da região, que os europeus chamavam de Moçâmedes, mas que para os Kuvale era Mussungo Bitoto.

    Depois se dedica a pensar como os africanos escravizados oriundos do Brasil, que vieram com seus senhores, contribuíram na formação de um novo grupo social na região, os Mbali, cuja maior expressão identitária e cultural são a sua arte mortuária e a festa da cruzeta, que mistura aspectos do universo afro-brasileiro com o kimbundu, ovimbundu e herero. Tais sujeitos, com origens bem diversas, assim como os acontecimentos desses três últimos séculos, se amalgamaram em uma realidade diversificada e contraditória, riquíssima, e que se manifesta em práticas culturais-artísticas recentes, como a poesia, fotografia e música.

    O livro trata de um universo complexo, ancestral, colonial e afrofuturista, uma mistura de estéticas e origens diversas que conectam e denunciam realidades diferentes, atrelando para sempre Pernambuco, Mussungo Bitoto, Moçâmedes, Namibe; Brasil e Angola.

    Para marcar o lançamento desta obra, vamos promover um bate-papo com a organizadora Laila Brichta (UESC) e o organizador Washington Nascimento (UERJ), e as participações de Camila Dias da Costa (UERJ) e Ronald Lopes de Oliveira (UERJ), na Blooks Livraria.

    Local: Blooks Livraria

    Horário: 19h00

  • Quarta | 31 | Janeiro

    Webinar de lançamento do livro 'Políticos versus burocratas: reformas administrativas em perspectiva comparada'

    Próxima quarta, dia 31, às 17h, o Canal do Youtube do NUPERGS (Núcleo de Pesquisa E Documentação Da Política Rio-Grandense – UFRGS) vai promover um bate-papo de lançamento do livro Políticos versus burocratas: reformas administrativas em perspectiva comparada com seu o autor, André Marenco, e convidados.

    O propósito deste livro é analisar em perspectiva comparada reformas da administração pública orientadas para a profissionalização e o reforço de sistemas de mérito na América Latina em burocracias governamentais, no período compreendido entre 1900 e 2020. Foram analisados sete casos nacionais, que correspondem à média e à alta profissionalização em administrações públicas nacionais na América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Uruguai e Venezuela.

    Local: Canal YouTube NUPERGS

    Horário: 17h00

  • Terça | 23 | Janeiro

    Webinar de lançamento do livro Teoria social contemporânea

    Neste webinar de lançamento, serão apresentados alguns dos principais temas abordados no livro Teoria social contemporânea: um laboratório.

    A obra Teoria social contemporânea: um laboratório, organizada pelos professores Frédéric Vandenberghe e Alexandre de Paiva Rio Camargo e publicada pela FGV Editora, apresenta uma reflexão retrospectiva de autoras e autores que fazem parte do Sociofilo sobre suas teses de doutorado, e demonstra o que a teoria possibilitou em suas pesquisas.

    Criado em 2007, no Iesp-Uerj, e posterior­mente transferido para o IFCS-UFRJ, o Sociofilo tem como característica marcante a articulação entre reflexões teóricas e filosóficas, tanto fundacionais quanto substantivas para a teoria sociológica, tendo como horizonte permanente os problemas de nosso tempo, desde uma perspectiva simultaneamente crítica, racional, plural e humanística.

    Na medida em que os textos reunidos nessa coletânea derivam de trajetórias de pesquisa que exprimem as preocupações, o olhar e a diversidade do Sociofilo enquanto colaboratório de teoria e reflexão crítica do presente, eles não objetivam uma analítica fechada em si mesma.

    Oferece uma forma exemplar - não enquanto única forma possível, mas como estilo próprio que permite falar de uma escola, enquanto lugar onde se aprende - do que pode ser o trabalho de teoria, embora não se pretenda um panorama exaustivo da teoria social contemporânea, ao tomar como “dado de campo” algumas das mais importantes teorias produzidas na Europa e nos Estados Unidos nas últimas décadas.

    Para marcar o lançamento desta obra, vamos promover um webinar com a participação dos professores e professoras: Alexandre Camargo, Frédéric Vandenberghe, Priscila Coutinho, Raquel Weiss, Renan Springer e Thiago Panica.

    Inscreva-se em: https://evento.fgv.br/webinarteoriasocial2301/

     

    Local: Canal YouTube FGV

    Horário: 14h00

  • Terça | 26 | Dezembro

    Feliz 2024!

    Aguarde nossa agenda de eventos de 2024!

    Local: Editora FGV

  • Quinta | 26 | Outubro

    Primavera dos Livros

    Mais uma vez na Primavera dos Livros.

    Entre os dias 26 e 29 de outubro, das 10 às 19h, venha nos visitar na Primavera dos Livros do Rio, nos Jardins do Museu da República, Catete - Rio.

    Estaremos no estande nº 37

    O evento cultural, que já faz parte do Calendário Oficial da Cidade, será super especial, com programação cultural intensa e nós faremos parte também dos eventos.

    No sábado, dia 27 de outubro, às 17h30, Renata Figueiredo Moraes, autora do livro As festas da abolição no Rio de Janeiro (1888-1908), participará da mesa Ancestralidade, memória e afeto, com mediação de Henrique Marques Samyn, e participção Sonia Rosa, Janaina Damasceno e Rafael Freitas da Silva.

    Estamos esparando sua presença!

    Local: Jardins do Museu da República - Catete - Rio

  • Quarta | 4 | Outubro

    Lançamento Coletivo | Novas Publicações FGV Management

    A FGV Editora e a FGV Educação Executiva apresentam as Novas Publicações FGV Management, que têm o objetivo de trazer para estudantes, docentes e profissionais de gestão de diversos setores o estado da arte de algumas áreas de conhecimento.

     

    E para promover a publicação dos quatro primeiros livros das Novas Publicações FGV Management, convidamos a comunidade FGV e todas as pessoas interessadas para o lançamento coletivo, que contará com a presença dos autores Roberto Assef, Marcelo Nascimento Boechat e Sergio Carlos de Sousa Pereira e da autora Diana Sinclair P. Branisso, que vai acontecer na próxima quarta, dia 4 de outubro.

     

    As obras são escritas por professoras e professores convidados que atuam na FGV, profissionais de reconhecida competência acadêmica e aplicada, e estão, portanto, em consonância com a missão da FGV – estimular o desenvolvimento socioeconômico nacional –, uma vez que busca compartilhar parte de todo o conhecimento gerado pela instituição.

     

    Confira, a seguir, as quatro primeiras obras já disponíveis que serão lançadas:

     

    Comunicação, planejamento e convergência de mídias, Vitor Lima;

    Estratégias de precificação de produtos e serviços, Roberto Assef e Marcelo Nascimento Boechat;

    Inovação estratégica, Sergio Carlos de Sousa Pereira

    Transformação digital, Diana Sinclair P. Branisso

     

    Confira mais detalhes dos livros em nosso site.

    Inscreva-se em https://evento.fgv.br/novas-publicacoes_0410?utm_source=email2b

     

     

    Local: FGV - Foyer

    Horário: 17:00

  • Sexta | 1 | Setembro

    BIENAL DO LIVRO RIO

    Em 2023, a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro completa 40 anos. Valiosa por manter o livro no centro da cena cultural brasileira, como experiência ampliada, gregária, compartilhada, inovadora e multimídia, é uma celebração única e aparece com destaque no rol dos maiores eventos literários do mundo.

    Entre os dias 1 e 10 de setembro, o Riocentro sedia a festa da cultura, da literatura e da educação e proporciona o grande encontro do público com o astro principal: o livro.

    E claro que a Editora FGV não poderia estar de fora dessa celebração à leitura. Todas as nossas principais obras estarão reunidas em um estande montado especialmente para receber os visitantes nesta edição especial da Bienal do Rio.

    Esta é uma ótima oportunidade para conhecer nossos lançamentos, conferir as Novas Coleções FGV Management e encontrar várias obras publicadas nas diversas áreas do conhecimento que atuamos.

    Nesta edição, teremos uma seção especial com livros por R$20,00.

    Estaremos no Pavilhão Verde, Rua T, Estande 33.

     

    RIOCENTRO: Avenida Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca

     

    Mais informações em nosso BLOG: https://blog.editora.fgv.br/posts/bienal-do-livro-do-rio-2023

     

    Local: Riocentro

  • Quinta | 31 | Agosto

    Bate-papo e lançamento do livro 'As mulheres de X'oyep: fotografia e memória'

    A icônica e premiada imagem, intitulada “As mulheres de X’oyep”, tem sua trajetória mapeada pelo historiador Alberto del Castillo Troncoso, que apresenta no livro As mulheres de X’oyep: fotografia e memória as condições de sua produção, a busca documental empreendida pelo fotógrafo Valtierra e seu trabalho de edição.

    Para marcar a tradução e publicação desta obra no Brasil, a FGV Editora promove um bate-papo especial no dia 31 de agosto, às 18h, com a participação de Alberto del Castillo Troncoso, autor da obra, do seu tradutor para a língua portuguesa, Pablo F. de A. Porfirio, da professora Regina Beatriz Guimarães Neto e do professor Antonio Torres Montenegro, prefaciadores do livro, da professora mexicana Rebeca Monroy e da professora Ana Maria Mauad, com mediação da professora Marieta de Moares Ferreira

    Local: Canal YouTube FGV

    Horário: 17h00

  • Quinta | 3 | Agosto

    Lançamento do livro 'A quem cabe formar o(a) professor(a) de história?: os caminhos e debates em torno da construção de um ethos de formação'

    Nas duas últimas décadas, a formação de professores tem sido alvo de inúmeras políticas públicas. Os resultados da educação básica com índices insuficientes nos exames nacionais e internacionais passaram a ser associados a possíveis problemas na formação dos professores. As pesquisas apontam que, nos dias de hoje, a qualidade do professor seria o fator que mais influenciaria na aprendizagem dos alunos.

    A preocupação em torno da formação de professores ganhou força no final dos anos 1990 e início dos anos 2000, com os debates sobre os modelos de formação que seriam determinados pelas políticas públicas educacionais então em curso.

    Esses quase 20 anos de reformas nas políticas educacionais no âmbito dos cursos de licenciatura, incluindo aí os de história, talvez ainda deixem algumas perguntas sem resposta. Essas mudanças relacionadas com o perfil de formação estariam constituindo determinada realidade social, intelectual e histórica. Elas seriam, ao mesmo tempo, produto e produtoras de certos esquemas intelectuais que buscam dar sentido ao processo de formação inicial. Para refletir sobre tal realidade, é importante analisar os aspectos envolvidos nesse contexto. É fundamental pensar como essas mudanças se articulam com a construção ou a reelaboração dos currículos dos cursos de história e também com a prática do professor universitário.

    Para marcar o lançamento da obra A quem cabe formar o(a) professor(a) de história?: os caminhos e debates em torno da construção de um ethos de formação e conversar sobre essas questões, vamos promover um bate-papo entre o Professor Marcelo Magalhães (Unirio) e a autora do livro Renata Augusta dos Santos Silva, na Blooks Livraria, no dia 3 de agosto, às 19h.

    Local: Livraria FGV | Botafogo

  • Segunda | 24 | Julho

    Lançamento do livro 'História oral e audiovisual: experiências no CPDOC'

    Criado em 1973, já em 1975, o Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas iniciou seu Programa de História Oral (PHO), pioneiro na institucionalização do método da história oral no Brasil. Ao longo de 50 anos, não foram poucos os desafios enfrentados pelo CPDOC em relação à produção de seu acervo de entrevistas de história oral. Como resultado, temos hoje, nesse longo período de atuação, um acervo com aproximadamente 2.500 entrevistas e 7.700 horas de gravação com indivíduos atuantes na política brasileira, personagens relacionadas com projetos sobre futebol, cientistas sociais, história do cinema brasileiro, memória das Olimpíadas, entre outros, a maior parte disponibilizada publicamente.

    No início, nos anos 1970, tratava-se de um método que ainda não estava afirmado no mundo acadêmico, sendo objeto de críticas e desconfiança. Somem-se a isso questões técnicas relacionadas com os procedimentos utilizados em todo o processo, desde a decisão de se realizar a entrevista até sua disponibilização final, passando por etapas como seleção de entrevistados; preparação do roteiro; realização da entrevista propriamente dita; seu processamento; armazenagem e possível transcrição. O tempo passou, as reflexões sobre o método da história oral aumentaram, a tecnologia mudou e, com ela, também o uso possível de seu produto final – as entrevistas gravadas.

    Entre as mudanças, as mais significativas foram o advento da gravação digital, a filmagem das entrevistas e o uso da internet. Se essas mudanças não afetaram o essencial do método – a interação entre entrevistador e entrevistado, mediada pela tecnologia, processo que resulta num produto a ser preservado e disponibilizado – trouxeram grandes desafios. Sobretudo a experiência institucional do PHO, que é marcada pela experimentação associada à reflexão.

    Não se buscaram modelos rígidos de “como fazer”. Manter o método de história oral vivo no CPDOC deveu-se ao fato de que ele foi praticado por muitos pesquisadores, com formações diversas, em formatos variados e utilizado em muitas temáticas. É essa experiência dos últimos anos que está registrada neste livro.

    Para marcar o lançamento da obra História oral e audiovisual: experiências no CPDOC, organizada por Celso Castro, Thais Blank e Vivian Fonseca, vamos promover um bate-papo na Blooks Livraria, no dia 24 de julho, às 19h.

    Esse encontro para o lançamento do livro marca o início da Conferência Internacional de História Oral (XXII IOHA International Conference), sediada pelo CPDOC entre os dias 25 e 28 de julho. Confira mais informações abaixo.

     

    https://eventos.fgv.br/22nd-ioha-international-conference

     

     

     

    Local: Blooks Livraria | Botafogo

    Horário: 19h00

  • Terça | 27 | Junho

    Lançamento do livro 'Teorizar aprender e ensinar história'

    Nesta coletânea, organizada pela historiadora Marcia de Almeida Gonçalves, procurou-se, como sugere seu título, fomentar o ato de pensamento, o teorizar acerca do conhecimento histórico, implicado nas dimensões práticas de dois outros atos correlatos e complementares: o ensinar e o aprender esse conhecimento. E proposital­mente, como permite a língua portuguesa, assim grafamos: textos definidos para substantivar o modo infinitivo dos verbos enunciados. A escolha, nesses termos, é porta de entrada para uma concepção em que teorizar, aprender e ensinar história significa conjugar verbos, tecer palavras e ações.

    Busca-se, assim, ao mobilizar os verbos mencionados, valorizar a prática e o tempo presente de enunciações analíticas, no caso as que remetem à teoria da história e ao ensino e à aprendizagem de conceitos, temas e proposições do campo na formação de professores e historiadores, mas não apenas, tendo em vista os lugares da história na Educação Básica, nos debates contemporâneos no âmbito da pesquisa do ensino/aprendizagem da história.

    A coletânea está organizada em duas partes intituladas “Proposições” e “Ex­periências”. A diferença entre as partes foi instituída pelo critério da maior alusão de autores e autoras aos estudantes cursistas de disciplinas ministradas, por meio da menção a questionamentos diretos dos(as) discentes ou de expecta­tivas quanto às suas demandas ante suas especificidades identitárias as mais variadas — geracionais, profissionais, religiosas, de orientação sexual, de gênero, de classe, de posicionamento político. Os textos em que tal alusão se manifestou compuseram a parte intitulada “Experiências”.

     Para marcar o lançamento desta obra, a historiadora e organizadora da obra, Marcia de Almeida Gonçalves, estará presente na Blooks Livraria, dia 27 de junho, terça, às 19h.

     

     

    Local: Blooks Livraria

    Horário: 19h00

  • Sexta | 26 | Maio

    Lançamento do livro 'As festas da Abolição no Rio de Janeiro: (1888-1908)'

    O 13 de Maio de 1888, data da Abolição da escravidão no Brasil, tem sido, ao longo das últimas décadas, objeto de importantes controvérsias. Ao apontar para o caráter precário e incompleto da liberdade conquistada naquela ocasião, assim como para o destaque conferido à princesa Isabel no ato de suposta concessão dessa liberdade, parcelas significativas do movimento negro trataram, a partir das últimas décadas do século XX, de se afastar dessa efeméride, definindo uma data diversa para celebrar o orgulho negro no país: o 20 de Novembro, escolhido em homenagem à luta de Zumbi dos Palmares.

    É dessas disputas de memória que o livro As festas da abolição no Rio de Janeiro (1888 – 1908), publicado pela FGV Editora, com apoio da FAPERJ a partir do seu edital de publicação, trata, sem deixar de corroborar as preocupações e cuidados que alimentaram as críticas às imagens tradicionais sobre o 13 de Maio.

    A pesquisa desenvolvida pela historiadora Renata Figueiredo Moraes através de consultas de registros de 100 anos desta história localizados em jornais de intelectuais, músicos, artistas, moradores da Cidade – de várias cores -, em fotografias, livros e poesias, traz informações sobre a mobilização que envolveu o primeiro grande movimento social do Brasil e apresenta como as festas cívicas da Abolição, tanto nas semanas em torno do 13 de Maio de 1888 quanto ao longo da Primeira República, foram locais de muitas ações de agentes sociais diversos, inclusive ex-escravizados, e suas muitas bandeiras políticas por direitos, significados e memórias.

    Para marcar o lançamento da obra, a autora estará presente na Blooks Livraria, dia 26 de maio às 19h.

     

    Local: Blooks Livraria

    Horário: 19h00

  • Segunda | 24 | Abril

    Bate-papo e lançamento do livro 'Portugal e os 60 anos da guerra em África'

    "O livro que tem diante de si propõe um olhar multissituado, capaz de observar a guerra, os seus contextos e os seus legados a partir de Portugal, dos solos africanos então colonizados e também de outras geografi as, como é o caso do Brasil, cujas articulações com esse passado comum, mesmo que diferidas, se tornam aqui evidentes. Ao mesmo tempo, a leitura global desta obra sugere que a compreensão ampla do fenómeno da guerra apenas é possível com um horizonte histórico, para que não se foque estritamente no tempo em que o conflito decorreu e que enquadre dinâmicas sociais mais abrangentes e diversas na sua explicação."

    Para marcar o lançamento, os organizadores da obra, Francisco Carlos Palomanes Martinho, Helena Wakim Moreno e Marina Simões Galvanese, estarão na Livraria da Travessa para um bate-papo sobre o livro, seguido de autógrafos.

    Local: Livraria da Travessa | Pinheiros

    Horário: 19h00

  • Quinta | 20 | Abril

    Lançamento do livro Capacidade Tecnológica e Inovação: Desafios para a Transição Industrial e Econômica do Brasil

    Neste webinar, serão apresentados e discutidos alguns dos principais temas do livro "Capacidade Tecnológica e Inovação: Desafios para a Transição Industrial e Econômica do Brasil", de autoria do professor Paulo N. Figueiredo, publicado pela FGV Editora, 2023.

    Participação de Adriana Martin - Executiva de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&); Telmo Ghiorzi - Secretário Executivo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (ABESPetro) e Paulo N. Figueiredo - Autor do livro "Capacidade Tecnológica e Inovação: Desafios para a Transição Industrial e Econômica do Brasil" e Professor Titular da FGV EBAPE.

    Inscreva-se AQUI

     

    Local: Canal YouTube FGV

    Horário: 18h00

  • Domingo | 1 | Janeiro

    Feliz 2023!!!

    Aguarde nossa programação para 2023.

    Local: Editora FGV